O Home office não vai acabar! Veja como manter a sua empresa em segurança na nuvem

Muitos usuários não percebem, mas para que as tecnologias utilizadas no Home Office possam funcionar o cloud computing se provou indispensável. Neste cenário de pandemia, onde especialistas ainda avaliam que a situação levará muito mais tempo para se normalizar, o mundo corporativo se transformou e a nuvem foi fundamental para que o home office fosse estabelecido tão rapidamente. 

E são os números revelados em diversas pesquisas desde que a COVID-19 se disseminou que confirmam que essa tecnologia mantém as empresas funcionando a todo o vapor remotamente e com segurança. 

Em relatório publicado pela Flexera, que entrevistou 750 tomadores de decisão e usuários de serviços em nuvem, durante o ano de 2020, 26% dos entrevistados revelaram que houve um aumento significativo do uso de nuvem em suas empresas e que 61% dos entrevistados pretendem ainda migrar mais dados para a nuvem. 

Segundo a Flexera, o mercado de computação em nuvem deve atingir o crescimento de até 12,5% em 2021, algo em torno de U$ 295 bilhões. Isso só evidencia o quão importante o cloud computing está sendo para as empresas. Enquanto no Brasil no primeiro semestre de 2020, os serviços de TI cresceram 4,2% em relação ao mesmo período de 2019 e chegaram a mais de R$ 41 bilhões, de acordo com o estudo da IDC Brasil.

A nuvem é mesmo segura? 

Mesmo que a cada dia que passe a nuvem tem se provado uma tecnologia muito segura, muitas empresas se preocupam em adotar suas soluções. Diferente das organizações que não oferecem esse tipo de serviço como seu business core, um provedor de nuvem tem em seu tempo integral o dever de monitorar com muito cuidado as questões de segurança, se tornando muito mais eficiente do que um sistema interno convencional.

Algumas empresas ainda têm receio de que os dados expostos na nuvem sejam facilmente hackeados e comercializados na internet, mas as pesquisas se mostram contrárias a esses pensamentos. Algumas empresas ainda precisam lidar com situações de roubos e exposições de dados internos (por seus próprios colaboradores), o que não aconteceria com o uso de um provedor externo de nuvem.  

O fato é que, ao adotar soluções em nuvem, as regras de segurança e até mesmo as conformidades exigidas pelo governo de cada região se tornam mais fáceis e claras de serem seguidas. O uso da criptografia dos dados transmitidos e armazenados em redes se tornam menos acessíveis aos hackers ou qualquer outra pessoa mal intencionada possam visualizar. 

E como manter a sua empresa segura na nuvem?

Existem alguns modelos de comercialização de serviços em nuvem, cada um pratica uma forma de segurança que deve ser considerada na hora da contratação, tanto quanto a segurança da infraestrutura da sua empresa. Ficar atentos a segurança da informação principalmente no home office evita danos e prejuízos para os provedores, empresas e até para os usuários finais.

É fundamental ter claro quais são as políticas de seguranças e suas devidas responsabilidades, de quem provê e de quem contrata cada modalidade de nuvem, por exemplo, no modelo IaaS – Infraestrutura como Serviço, é de responsabilidade do contratante a implementação de softwares de segurança.

Com o modelo PaaS – Plataforma como Serviço, é papel do provedor de cloud garantir a infraestrutura e sistema operacional, o contratante se encarrega de prover a implementação e acessos à aplicação, criptografia de dados e chaves de acesso. 

Quando falamos de SaaS – Software como Serviço a segurança fica principalmente a cargo do provedor, mas é importante lembrar que quem contrata os serviços de nuvem precisa seguir as normas apresentadas pelo provedor, e apenas pode modificar parâmetros de segurança expostos pelo mesmo. 

Além disso, muitos provedores de nuvem adicionam medidas de segurança que vão além, como diferentes configurações para cada base de usuários e a recuperação de desastres rapidamente, o que se tornaria impossível em uma invasão de servidor local. 

Já conhece o One Cloud Solution?

Ao migrar seus workloads para a nuvem, sua empresa não precisa adquirir ou manter data centers ou servidores físicos. Além de reduzir gastos com equipe de TI e manutenção de infraestrutura própria, garantimos a segurança dos seus dados. Economize até 70% em relação a outros provedores de nuvem pública com o One Cloud, fale com os nossos especialistas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *